Ex-presidente do BNDES na gestão de Luiz Inácio Lula da Silva, ex-professor e ex-reitor da UFRJ, Lessa era um dos mais importantes economistas do país.
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

 
Despedida

O economista Carlos Lessa morre, aos 83 anos


05/06/2020

Carlos Lessa morreu na madrugada de hoje, 5 de junho, em um hospital no Rio de Janeiro, aos 83 anos. A causa foi uma pneumonia, em decorrência da Covid-19.  Ex-presidente do BNDES na gestão de Luiz Inácio Lula da Silva, ex-professor e ex-reitor da UFRJ, Lessa era um dos mais importantes economistas do país. Segundo Pedro Rossi, economista e professor da Unicamp, ele era um “intelectual inquieto, provocador, que se apaixonava pelos temas que estudava. Suas aulas de Formação Econômica do Brasil eram simplesmente geniais”.

Em entrevista que concedeu a Rossi, Tadeu Porto e Davi Carvalho, publicada no Brasil Debate, Lessa defendeu a Petrobras como patrimônio nacional e alertou para os riscos que o Brasil corre se entregar o Pré-sal aos interesses estrangeiros: “A energia é a chave para qualquer futuro, e entregar essa chave é o que a direita mais quer agora”. Releia a entrevista, clicando aqui.

Vale a pena, também, lembrar alguns momentos do professor, em quatro vídeos de palestras e falas suas, sobre temas como o caráter do brasileiro (povo da festa), a “reprimarização” da economia nacional, a “avidez” das elites e, mais uma vez, a Petrobras. Confira:

vídeo 1

vídeo 2

vídeo 3

vídeo 4

Clique para contribuir!

Comentários