Relacionado
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

Marcelo Zero

É sociólogo, especialista em Relações Internacionais e membro do Grupo de Reflexão sobre Relações Internacionais (GR-RI). É colunista do Brasil Debate

 
Marcelo Zero

Neste Domingo

Neste domingo, voto em quem tirou 36 milhões de brasileiros da miséria e colocou 42 milhões de cidadãos na classe média. Não fui diretamente beneficiado por essa extraordinária revolução social. Mas o Brasil foi. Voto nesse Brasil mais justo e igualitário.

Neste domingo, voto no projeto político que tirou o Brasil do Mapa da Fome. Não passava fome, mas muita gente passava. Voto no Brasil com comida no prato de todos.

Neste domingo, voto nos governos que geraram 21 milhões de empregos com carteira assinada, reduziram o desemprego ao seu mínimo histórico e aumentaram o salario mínimo em 72%. Não estava desempregado, mas muita gente estava. Não ganho o salario mínimo, mas muita gente ganha algo próximo disso. Voto no Brasil com bons empregos e salários para todos os trabalhadores. Jamais votarei pela volta do arrocho salarial e do desemprego.

Neste domingo, voto naqueles que implantaram o Mais Médicos e, com isso, levaram assistência básica de saúde a 50 milhões de brasileiros que não contavam com a mão amiga de um profissional da medicina. Não preciso desse programa, mas muita gente precisava dele desesperadamente. Tenho orgulho dos médicos de todas as nacionalidades que participam desse grande esforço humanitário. Voto nesse Brasil mais saudável e solidário.

Neste domingo, voto em quem duplicou as matrículas nas universidades e abriu as suas portas para os mais pobres e os afrodescendentes. Voto em quem triplicou o orçamento da Educação e decidiu canalizar 75% dos royalties do pré-sal para o futuro do ensino do país. Voto em quem praticamente triplicou as escolas de ensino técnico e implantou o maior programa de ensino profissionalizante da nossa história. Voto no inédito programa de creches e na melhoria da qualidade do nosso ensino fundamental, com a escola em tempo integral e a alfabetização na idade certa. Voto no Ciência sem Fronteiras. Voto no Prouni, no Reuni e no Enem. Jamais votarei em quem sucateou as universidade públicas e deixou professores sem reajuste por 8 anos.

Neste domingo, voto em quem confiou e fortaleceu a Petrobras. Voto naqueles que propiciaram a descoberta do pré-sal, nosso passaporte para um futuro de grandes realizações. Voto na Petrobras que recuperou nossa indústria naval e toda a cadeia de petróleo, gerando muitos empregos para trabalhadores brasileiros. Voto nessa Petrobras a serviço do Brasil e do seu povo. Jamais votaria na Petrobax e naqueles que, fingindo defender a empresa, querem entregar o pré-sal.

Neste domingo, voto na construção do Brasil pelo PAC, o Minha Casa Minha Vida, os programas de mobilidade urbana e vários outros. Voto nesse Brasil em obras, mesmo que algumas delas atrasem. Não votarei em quem só sabe descontruir o Brasil e vender seu patrimônio a preço de banana. Não votarei em quem promove apagões de energia e água.

Neste domingo, voto não só pelo Brasil. Voto também pela América Latina mais integrada e próspera e por um mundo mais simétrico, pacífico e menos sujeito aos humores unilaterais das grandes potências. Por isso, voto na continuidade da política externa altiva e ativa, que nos elevou aos olhos do mundo. Voto no Mercosul, não em sua extinção. Voto nos BRICS, não em seu abandono Voto no multilateralismo, não no unilateralismo. Voto na paz, não nas guerras que só agravam os conflitos. Voto no Brasil soberano, não no Brasil subalterno. Jamais votarei em quem nos fragilizou e descalçou.

Neste domingo, voto em que nos livrou do FMI. Voto em quem quitou nossa dívida externa e controlou, de fato, a inflação. Não votaria em quem quebrou o país três vezes. Mas votaria sempre em quem consegue enfrentar a grande crise mundial sem sacrificar os trabalhadores.

Neste domingo, voto em quem realmente se empenha em acabar com a corrupção e a impunidade no país, ao contrário do que diz o neoudenismo de plantão. Voto em quem fortaleceu e deu autonomia à Polícia Federal, à Controladoria Geral da União e ao Ministério Público. Voto em quem promoveu a transparência na Administração Pública, com o Portal da Transparência e a Lei de Acesso à Informação. Voto no governo mais fiscalizado da história do país. Jamais votarei naqueles que promoveram o regime impune do engavetador-geral, da Polícia Federal e do Ministério Publico sem autonomia, dos escândalos esquecidos e nunca investigados, da Administração Pública opaca e complacente com os vícios. Não votarei no moralismo hipócrita daqueles que hoje posam de vestais imaculadas.

Neste domingo, voto em quem quer realmente promover a Reforma Política no Brasil, única maneira de se enfrentar a corrupção e os desmandos no sistema de representação do país. Não votarei em quem quer, na realidade, manter as regras que propiciam os desvios e a distorção da vontade popular.

Neste domingo, voto contra o racismo e a homofobia. Voto contra o machismo e o sexismo. Voto a favor das cotas, que começam a resgatar uma imensa dívida histórica. Voto contra a monstruosidade moral da redução da maioridade penal.

Neste domingo, voto em mulher guerreira, não em machista agressivo.

Neste domingo, voto na mãe que hoje consegue alimentar seus filhos. Voto no pai que conseguiu dar uma casa para sua família. Voto no filho do trabalhador que virou doutor. Voto na avó que agora consegue ver seus netos na hora de dar boa noite, graças ao Luz Para Todos. Voto no cidadão que hoje tem emprego e salário decentes. Voto nos estudantes pobres e afrodescendentes que podem cursar uma universidade. Voto na mulher brasileira, a grande beneficiada pelas políticas sociais que causam admiração no mundo inteiro.

Neste domingo, voto no Brasil para todos, não no Brasil para poucos.

Neste domingo, voto com esperança, não com ódio.

Neste domingo, voto Dilma.

Clique para contribuir!

6 respostas to “Neste Domingo”

  1. Carlos Gabriel Pereira disse:

    Preciso, humano , lindo.

  2. Patty Blank disse:

    Me identifico com todo o que está escrito aqui.

    Muito bom!!!! É isso, votar em Dilma é votar em tudo isso, é votar no Brasil de todos os brasileiros, é votar na esperança de um Brasil cada vez melhor!!!!

  3. maria do carmo disse:

    Lindo texto Marcelo, domingo votaremos sem ódio e sem medo e com enorme certeza de um Brasil mais justo. DILMA 13

  4. Fabiano disse:

    Perfeito!!!

  5. Carlos Teixeira disse:

    Maravilha Marcelo!
    Voto por tudo que voce falou. Voto pela felicidade que vivi, das vezes que voltei ao Recife, pois não encontrei criancas nos sinais das grandes avenidas.
    Voto Dilma com muita esperanca que o Brasil vai melhorar ainda mais!
    Um abraco,

Comentários