Militarismo com neoliberalismo, tragédia para a economia

O programa de Bolsonaro combina redução do Estado com militarismo, o que não deve atender às expectativas de ajuste fiscal nem gerar empregos.