Na reunião do 53º Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) em Washington (EUA), neste ano, foi aprovado o Plano de Ação para Prevenção da Obesidade em Crianças e Adolescentes, considerada de “proporções epidêmicas”.
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

 
Epidemia mundial

Medidas para combater a obesidade infantil

Enquanto o mundo ainda luta para acabar com a fome, existe outra face perversa da questão a alimentação e da nutrição: a obesidade, que tem atingido também cada vez mais e mais crianças e adolescentes no mundo.

Observe o mapa abaixo, com a situação da obesidade infantil (0 a 5 anos) mundial e sua progressão nos últimos anos:

grafico obesidade

Na reunião do 53º Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) em Washington (EUA), neste ano, foi aprovado o Plano de Ação para Prevenção da Obesidade em Crianças e Adolescentes, considerada de “proporções epidêmicas”.

Principais impulsionadores da obesidade são, segundo a OPAS, o consumo excessivo de alimentos com alto teor calórico e baixo teor de nutrientes, alimentos processados, juntamente com o consumo de bebidas adoçadas com açúcar, além de baixos níveis de atividade física. O plano de combate à obesidade estabelece quatro principais linhas de ação:

– A promoção da amamentação, que pode reduzir as taxas de obesidade e excesso de peso em cerca de 10%;

– Melhor comida e mais atividade física nas escolas;

– Impostos sobre junk food e restrições à comercialização e publicidade de alimentos não saudáveis para crianças: se destacam projetos de lei que buscam proibir “venda casada” de comida e brindes com enfoque no público infantil. Sobre a publicidade de alimentos para crianças no mundo, veja o mapa abaixo:

mapa publicidade

– Maior acesso aos espaços de lazer e a alimentos nutritivos: estimular programas de apoio a pequenos e médios agricultores para aumentar a disponibilidade de alimentos frescos.

No Brasil

Quanto ao último ponto, o Brasil tem se destacado em seu programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), lançado em 2003, ao garantir mercado para a produção de agricultores familiares, grupo de grande vulnerabilidade socioeconômica, mas responsável por 70% dos alimentos consumidos no País, em consonância ainda com o Programa Nacional de Alimentação Escolar: 30% dos alimentos da merenda escolar têm que, por lei, ser comprados diretamente de agricultores familiares.

É importante também que o País discuta a propaganda de alimentos para crianças e a venda casada de brindes, pois, como mostram alguns documentários (veja: “Criança – a Alma do Negócio” e “Muito Além do Peso”), crianças são mais suscetíveis à propaganda, o que as torna mais propensas a quererem consumir aquilo que lhes é oferecido através dos meios de comunicação.

Clique para contribuir!

2 respostas to “Medidas para combater a obesidade infantil”

  1. […] Medidas para combater a obesidade infantil […]

Comentários