Relacionado
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

 
Análise da mídia

Escândalos nas eleições de 2014 e o Manchetômetro

O Manchetômetro é um site de acompanhamento diário da cobertura das eleições 2014 na grande mídia – especificamente Folha de S. Paulo, O Globo e Estado de S. Paulo, e Jornal Nacional, da TV Globo – e é produzido pelo Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública (LEMEP), grupo de pesquisas sediado no Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Segundo o site, estudos sobre o primeiro turno das eleições presidenciais de 2014 demonstraram que os jornais deram cobertura significativamente mais desfavorável ao PT e a sua candidata do que aos partidos de oposição e seus candidatos. Dados do site mostram que tal situação não se modificou no segundo turno.

Na cobertura das eleições presidenciais de 2010, de acordo com o site, seis escândalos tiveram destaque, sendo cinco negativos para o PT e sua candidata, Dilma Rousseff, e um negativo para o PSDB. A cobertura incluiu, no total, 1501 textos sobre os “escândalos do PT” e 82 sobre o único “escândalo do PSDB”.

Já na cobertura da eleição de 2014 o número de “escândalos” é ainda maior. Contrários ao PT foram: Correios de Minas Gerais, doleiro Alberto Youssef, Graça Foster na CPI, Mensalão, Miriam Leitão na Wikipedia e Petrobrás. Contrários ao PSDB foram: Aeroporto de Cláudio, Alstom, Cantareira/Água em São Paulo, Mensalão Tucano e Metrô de São Paulo.

O gráfico abaixo mostra o número de matérias em 2014 sobre escândalos agregadas por partidos, PSDB e PT. A cor azul marca os escândalos contrários ao PSDB (229) e a vermelha os contrários ao PT (688)

grafico escandalos pt e psdb

Tais dados podem auxiliar no debate sobre os meios de comunicação e interesses privados, importante para a discussão de uma regulação da mídia, pois, após a análise desses dados, é preciso reconsiderar a hipótese de uma neutralidade dos meios de comunicação.

Acesse o Manchetômetro para acompanhar a análise da cobertura dos principais meios de comunicação do País.

Clique para contribuir!

1 resposta to “Escândalos nas eleições de 2014 e o Manchetômetro”

  1. […] Escândalos nas eleições de 2014 e o Manchetômetro […]

Comentários