Apoio de economistas a Dilma: “Quem construiu as bases de um novo ciclo de desenvolvimento é capaz de conduzir o Brasil nessa nova etapa. Quem democratizou a oferta de oportunidades, criando os alicerces de uma Nação mais justa, é que pode manter o País unido e superar os desafios do momento, sem deixar nenhum brasileiro para trás”.
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

Brasil Debate

Editorial do site.

 
Manifesto: Economistas com Dilma

“Democracia e desenvolvimento para todos”
Em defesa do futuro do Brasil

O que está em jogo nesta eleição é a volta ao passado ou a continuidade do modelo que abre as portas do futuro. É a opção entre as políticas que serviram para perpetuar as desigualdades e o modelo que contribuiu para aprofundar a democracia, trazendo à luz milhões de novos cidadãos

O Brasil está vivendo uma profunda transformação social que interrompeu o ciclo histórico da desigualdade no País. Nos últimos 12 anos, dezenas de milhões de pessoas tiveram acesso à economia formal e conquistaram um novo patamar de cidadania. Na base dessa transformação está o modelo de desenvolvimento econômico com inclusão social iniciado no governo do presidente Lula e que prossegue no governo da presidenta Dilma Rousseff.

Este modelo ampliou o acesso ao emprego, ao crédito e ao consumo. Combinado com a valorização dos salários e a transferência de renda, dinamizou o mercado interno, estimulou o investimento e promoveu o crescimento econômico, beneficiando a sociedade como um todo. A nova dinâmica da economia permitiu aumentar os investimentos sociais e em infraestrutura. O Brasil tornou-se mais robusto diante das oscilações internacionais.

Mesmo no contexto econômico global mais adverso dos últimos tempos, o governo Dilma manteve seu foco no aumento do bem-estar da população, com ênfase na promoção da igualdade de oportunidades, para que todos possam progredir e realizar seus sonhos e aspirações. Em quatro anos, foram criados 5,5 milhões de empregos formais e a renda das famílias continuou a crescer.

Dificuldades conjunturais existem e devem ser enfrentadas com firmeza; fazendo correções e ajustes sempre que necessário. Mas não podem servir de pretexto para um retorno às políticas econômicas do passado, que se voltavam apenas para uma parcela da população e, diante dos problemas, impunham à maioria o preço da recessão, do desemprego, do arrocho salarial e do corte dos investimentos sociais.

Nos governos Lula e Dilma, a garantia da estabilidade econômica sempre esteve associada ao objetivo de promover o crescimento econômico, com geração de emprego e renda, e a superação das desigualdades sociais e regionais. Essa é a diferença essencial em relação ao modelo anterior, representado pela candidatura do PSDB.

O que está em jogo nesta eleição é a volta ao passado ou a continuidade do modelo que abre as portas do futuro. É a opção entre as políticas que serviram para perpetuar as desigualdades e o modelo que contribuiu para aprofundar a democracia, trazendo à luz milhões de novos cidadãos.
Quem reduziu a pobreza e a desigualdade de renda tem mais capacidade de avançar no processo de inclusão social. Quem aumentou a geração de empregos e ampliou o acesso ao crédito tem mais capacidade de fazer o País crescer. Quem investiu no futuro, duplicando para sete milhões o número de vagas no ensino superior, é capaz de continuar mudando o Brasil e dialogar com demandas sociais crescentes e justas.

Quem construiu as bases de um novo ciclo de desenvolvimento é capaz de conduzir o Brasil nessa nova etapa. Quem democratizou a oferta de oportunidades, criando os alicerces de uma Nação mais justa, é que pode manter o País unido e superar os desafios do momento, sem deixar nenhum brasileiro para trás.

Para o Brasil continuar avançando, com democracia e desenvolvimento econômico para todos, apoiamos a reeleição da Presidenta DILMA ROUSSEFF.

Economistas com Dilma

Dê seu apoio mandando o nome e o local de trabalho para o e-mail: economistascomdilma@gmail.com

Lista de apoio original:

Maria da Conceição Tavares – Professora Emérita da UFRJ e Unicamp

Luiz Gonzaga Belluzzo – Professor da FACAMP e UNICAMP

Luiz Carlos Bresser-Pereira – Professor Emérito da Fundação Getúlio Vargas

Guido Mantega – Ministro da Fazenda

Aloizio Mercadante – Ministro-chefe da Casa Civil

Henrique Paim – Ministro da Educação

Tereza Campello – Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Luciano Coutinho – Presidente do BNDES

João Manuel Cardoso de Mello – Diretor-geral da FACAMP

Nelson Barbosa – Professor e Pesquisador da FGV e Professor da UFRJ

Ricardo Carneiro – Professor UNICAMP e Diretor do BID

Fabricio Augusto de Oliveira – Professor da UFMG

José Flores Fernandes Filho – Professor do Instituto de Economia da UFU

Lauro Mattei – Professor Universidade Federal de Santa Catarina

Márcio Pochmann – Professor da Unicamp

Tânia Bacelar de Araujo – UFPE e Universidade Paris I

Ana Maria de Paiva Franco – Professora IE, Universidade Federal de Uberlândia

Jorge Mattoso – Professor da Unicamp

Ladislau Dowbor – Professor da PUC-SP

Fernando Pimentel – UFMG, governador eleito de Minas Gerais

Wilson Cano – Professor Titular aposentado Unicamp

Leda Maria Paulani – Professora de Economia USP

Ricardo Bielschowsky – Professor do instituto de Economia da UFRJ

Mauro Borges – UFMG, ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio exterior

Maurício Borges Lemos – UFMG, Unicamp, diretor BNDES

Eduardo Matarazzo Suplicy – Professor de Economia da EAESP-FGV, 1966-2012

 

Lista de adesão e apoio:

Adayr da Silva Ilha – Professor de Economia da Universidade Federal de Santa Maria

Adalmir Antonio Marquetti, Professor de economia da PUCRS

Adalton Franciozo Diniz – Professor da PUC/SP e da Faculdade Cásper Líbero

Adenauer Rockenmeyer – Economista

Adilson Giovanini – Economista

Adriano Vilela Sampaio – Professor da Universidade Federal Fluminense

Adroaldo Quintela Santos – Economista

Agnaldo Quintela dos Santos – Economista – TRE-AL

Alcides Goularti Filho – Professor da UNESC

Altacir Bunde – Economista

Alex Leonardi – Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio Grande

Alex Nascimento dos Santos – Professor na Universidade Federal de Alagoas

Alexandre Goulart de Andrade – Economista

Alexandre Macchione Saes – FEA/USP

Alexandre Rodrigues Dalmeida – Professor UFSJ

Aline Radaelli – Economista

Ana Luíza Matos de Oliveira – Economista

Ana Margaret Silva Simões – Economista

Ana Maria de Paiva Franco – professora adjunta Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia

Ana Urraca Ruiz – Universidade Federal Fluminense

Ananias Vitor Luis Santos – Universidade Federal de Juiz de Fora

Anderson Henrique dos Santos Santos Araújo – Professor da Universidade Federal de Alagoas

Andre Calixtre – Economista

André Martins Biancarelli – Professor do Instituto de Economia da Universidade de Campinas

André Morato Dias Cardeal – Economista

André Moreira Cunha – Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

André Passos Cordeiro – Economista

Andrea Barreto De Paiva – Economista

Angela Martins Baeder – Economista

Angelo Rafael Nascimento Nunes – Economista

Anselmo Luis dos Santos, Professor do Instituto de Economia da UNICAMP

Antonio Agripino de Souza – Economista

Antonio Carlos Macedo e Silva – Economista

Antonio César Ortega – Professor do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia

Antonio José Alves Junior – Professor de Economia da UFRRJ

Apolinário Jose Pereira – Economista

Arlindo Villaschi – Professor de Economia na Universidade Federal do Espírito Santo

Balduino A. Andreola – Professor titular aposentado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Beatriz Passarelli Gomes – Economista

Bruno Borja – Professor Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Bruno De Conti – Professor da Unicamp

Carlos Aguedo Nagel Paiva – Economista

Carlos Américo Leite Moreira – Professor Associado da Universidade Federal do Ceará

Carlos Antonio Soares de Andrade – Professor da UFCG

Carlos Frederico Rocha – Professor Universidade Federal do Rio de Janeiro

Carlos Henrique Horn – Professor da UFRGS

Carlos Hernán Rodas Céspedes – UNIPAMPA

Carlos Humberto De Albuquerque Spinelli – Professor da Faculdade Pitágoras de Maceió

Carlos Octávio Ocké-Reis – Economista

Carlos Pinkusfeld Bastos – Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Carmen de Jesus Garcia – Economista IBGE (aposentada)

Carolina Grottera – Professora da Escola Politécnica da UFRJ

Carolina Silvestri Cândido – Economista

Carolina Troncoso Baltar – Economista

Caroline Nascimento Pereira – Economista

Cássio da Silva Calvete – Economista

Cássio Moreira – Professor do IFRS

Ceci V. Jurua – Economista

Celia Maria Farias Vieira – Economista

Celio Hiratuka – Economista

Célio Luis Paulo – Economista

Cesar Acosta Rech – Economista

Cezar Augusto Miranda Guedes – Professor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Christian Velloso Kuhn – Professor de Economia da FADERG

Cid Olival Feitosa – Universidade Federal de Alagoas – UFAL

Clarisse Chiappini Castilhos – Economista da Fundação de Economia e Estatística (RS)

Clarice Menezes Vieira – UFRRJ

Cláudia Alessandra Tessari – Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Claudia Monteiro Fernandes – SEPLAN (BA)

Claudia Satie Hamasaki – Professora Facamp e Mackenzie

Claudio Roberto Amitrano – IPEA

Clesio Marcelino de Jesus – Professor Universidade Federal de Uberlândia

Clesio Xavier – Economista

Cristiano Rezende Penha – Economista

Cristina Fróes de Borja Reis – Economista

Cristina Pereira Vieceli – Economista

Daniel Caria – Economista

Daniel de Mattos Höfling – Professor da FACAMP

Daniela Gorayeb – Professora da FACAMP

Danilo Araújo Fernandes – Professor da Universidade Federal do Pará

Darcilene C. Gomes – Professor do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia

Denis Maracci Gimenez – Professor do Instituto de Economia da UNICAMP

Dione Conceição de Oliveira – Economista

Douglas Alcantara Alencar – Economista

Ebenézer Pereira Couto – Economista

Edilma Moreira Gabriel – Economista

Eduardo Fagnani – Professor do Instituto de Economia da Unicamp

Eduardo Luiz de Mendonça – Economista IBGE (aposentado)

Eduardo Miotto Flech – Economista

Eduardo Strachman – Economista

Emilio Chernavsky – Economista

Enilsio Pereira – Economista

Esther Dweck – Professora do Instituto de Economia da UFRJ

Eugenia T. Leone – IE/UNICAMP

Everton Sotto Tibiriçá Rosa – Professor de Economia da Universidade Federal de Goiás

Fábio Guedes Gomes – Economista

Fabio Marcelo de Morais Batista – SEPLAN-Pi

Fabio Stallivieri – Professor UFF

Fábio Waltenberg – Professor da UFF

Fabricio J. Missio – Professor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Felippe Rocha Presado Menezes de Barros – professor da Universidade Federal de Alagoas

Fernanda Feil – Economista Fernanda Graziella Cardoso – Professora de Economia da UFABC

Fernanda Graziella Cardoso – Professora Adjunta UFABC

Fernanda Steiner Perin – Economista

Fernando de Aquino Fonseca Neto – Presidente do Corecon-PE

Fernando Lima – Economista

Fernando Pacheco – Economista

Fernando Sarti – Professor do Instituto de Economia da Unicamp

Flavia Dantas – Professora da State University of New York

Flávia Vinhaes Santos – Economista

Flavio Tavares de Lyra – Economista

Flavius Marcus Lana de Vasconcelos – Professor da PUC-MG

Francisco Menezes – Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (IBASE)

Frasualdo Azevedo – Economista

Frederico Gonzaga Jayme Jr. – Professor do Departamento de Economia, Cedeplar – UFMG

Frederico Mazzucchelli – Professor da UNICAMP

Gabriel Coelho Squeff – IPEA

Gabriel Marino Daud – Economista

Gabriela Maretto Figueiredo – Economista

Gelton Pinto Coelho Filho -Professor Universitário do Centro Metodista Izabela Hendrix

Gentil Corazza – Professor de Economia da UFRGS

Georges Flexor – IM/UFRRJ

Geraldo Francisco da Silva Junior – UFCG

Geraldo Medeiros Júnior – Professor da Universidade Estadual da Paraíba

Gerson Gomes – Economista

Gilberto Libânio – Professor da Universidade Federal de Minas Gerais

Gilson Duarte Ferreira dos Santos – Economista

Gláucia Campregher – Economista

Gloria Maria Moraes da Costa – Economista

Graziela Ares – Economista

Guilherme Grandi, Professor da USP

Guilherme Riccioppo Magacho – Economista

Gustavo Abrahão Flores – ANS/Rio

Gustavo Aguiar – Economista

Gustavo de Freitas Barbosa – Economista do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia

Gustavo Palmeira – Economista do DIEESE

Gustavo Souto de Noronha – Economista do INCRA/RJ

Helen Massote – Ministério da Saúde

Hélcio Brunelli – Economista

Henrique de Abreu Grazziotin – Economista

Herick Vazquez Soares – Economista

Hilbério Santos Silva – Analista Técnico Agrícola do Banco do Nordeste

Hipólito de Jesus – Economista

Hudson Pacifico da Silva – Professor da UNICAMP

Igor Rocha – PhD University of Cambridge

Inaldo Seixas Cruz – Economista do DIEESE no Amazonas

Ítalo Pedrosa Gomes Martins – Pesquisador do CECON IE/Unicamp

Ivan Cotrim – Professor do Centro Universitário Fundação Santo André e da Universidade Presbiteriana Mackenzie

Ismael Santos da Silva – Economista

Jailson Argentino De Boni – Economista – SEFAZ/ES

Jarbas Carneiro – Economista

Jenner Menezes – Economista

Joao Hallak Neto – Economista

João Santoro – Economista

João Sicsú – Professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Joel Fernando Roth – Economista

Joelma de Lourdes Bandeira – Economista

Jorge Armindo Aguiar Varaschin – Economista

José Abelardo Barbosa de Medeiros – Professor da Universidade Federal da Integração Latino-Americana

José Afonso Bicalho Beltrão – UFMG

José Álvaro de Lima Cardoso – Economista

José Antonio Lutterbach Soares – Economista IBGE

Jose Carlos Ferreira dos Reis – Economista

José Dari Krein – Unicamp

José Eduardo de Salles Roselino Junior – Professor Universidade Federal de São Carlos

José Eduardo Cassiolato – Professor do Instituto de Economia da UFRJ

José Flávio Avila – Economista

José Flores Fernandes Filho – Professor do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia

José Garcia da silva Filho – Economista

José Heleno Rotta – Professor de Economia aposentado da UFCG

José Juliano de Carvalho Filho – Professor da FEA-USP

José Nilton de Oliveira Silva – Economista

José Raimundo Barreto Trindade – Professor da Universidade Federal do Pará

Jucyene das Graças Cardoso – Economista

Juliano Giassi Goularti – Economista

Julio Ribeiro Pires – Professor aposentado da FACE UFMG

Júnior César Dias – Economista

Laura Carvalho – Professora da Universidade de São Paulo

Lauro Mattei – Professor Universidade Federal de Santa Catarina

Lena Lavinas – Professora do Instituto de Economia da UFRJ

Leandro da Silva Fagundes – Professor UFRRJ

Leonardo Barbosa e Silva – Economista

Leonardo Segura Moraes – Economista

Leonel Leite Barros – Economista

Lineu Maffezoli – Professor PUC Campinas e UNIMEP- Piracicaba

Lucas Portilho Nicoletti – Professor da Universidade Estadual de Roraima

Luciana Fontanive Zero – Ministério da Educação

Luciana Portilho da Silva – Economista da FUNDAP

Luciana Rocha – Economista

Luis Carlos da Fontoura – Economista

Luis Claudio Krajevski – Professor da Universidade Federal da Fronteira Sul

Luiz A. Estrella Faria – Economista

Luiz Antonio Zimermann do Nascimento – Economista

Luiz Bertolucci Júnior – Economista

Luiz Carlos Merege – Professor da FGV/SP

Luiz Carlos Santos Jr. – Professor da Universidade Federal da Paraíba

Luiz Chateaubriand Cavalcanti Dos Santos – Economista

Luiz Eduardo Melin – Economista

Luiz Felipe Bruzzi Curi – Economista

Luiz Roberto Pecoits Targa – Economista

Luiza Nassif Pires – Economista

Magalí Alves de Andrade – Economista

Magda Barros Biavaschi – CESIT/IE/UNICAMP

Magda Sifuentes de Jesus – Economista

Marcelo Arend – Professor da Universidade Federal de Santa Catarina

Marcelo de Carvalho -Professor EPPEN-UNIFESP

Marcelo de Jesus da Mata – FANP / UNIESP

Marcelo Galiza Pereira de Souza – Economista

Marcelo Mallet Siqueira Campos – Economista

Marcelo Manzano – Economista

Marcelo Milan – Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Marcelo Soares Bandeira de Mello Filho – Economista

Marcelo Weishaupt Proni – Economista

Marcilio Marquesini Ferrari – Economista

Marco Crocco – Economista

Marcos Eugênio da Silva – Professor de Economia da FEA-USP

Marcos Ferrari – Economista

Marcos José Sannuto Louro – IBGE /RJ

Marcos Kruse – Economista

Marcus Vinicius da Costa Villarim – Economista

Maria Alice Lahorgue – Professora da UFRGS

Maria Auxiliadora Gomes – Economista

Maria Cristina de Araújo – Economista

Maria Cristina Penido de Freitas – Economista

Maria do Socorro Gondim Teixeira – Professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Maria Fernanda Cardoso de Melo – Professora da Facamp

Maria Izabel Vieira Botelho – Economista

Maria Luiza Levi Pahim – Economista

Maria Terra – Economista

Mariana Weiss – UFF e PPE/COPPE/UFRJ

Mariano Laplane – Economista

Marilane Oliveira Teixeira – Economista

Marinês Z.Grando – Economista

Mario Ramos – Economista

Maristela de Oliveira Lapa – – Economista

Marta Reis Castilho – Professora da UFRJ

Maurício Andrade Weiss – Economista

Mauricio Metri – Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mauro Braz dos Santos – Fundação de Economia e Estatística (FEE)

Mayra Juruá – Economista

Miguel Huertas Neto – Professor da PUC-SP

Milton Tavares Campos – Secretaria de Estado da Fazenda (MG)

Mucio França – Economista

Nádia Vieira de Souza – Economista do DIEESE.

Natália Couto de Oliveira – Agência de fomento do estado do Rio de Janeiro – Agerio

Natasha Pergher Silva – Economista

Néstor Bercovich – Professor da UFSC

Niemeyer Almeida Filho – Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia

Nietzscha Jundi Dubieux de Queiroz Neves – Economista

Núbia Rosa – Universidade Católica de Brasília

Octavio Augusto Camargo Conceição – Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Paula E. Andrade Baltar – IE/UNICAMP

Paulo César das Neves Sanna Robilloti – Economista

Paulo Daniel e Silva – Professor da Unianchieta

Paulo Sérgio Fracalanza – Economista

Paulo Trales – Professor UFF

Pedro Henrique Evangelista Duarte – Professor da Universidade Federal de Goiás

Pedro Lula Mota – Economista

Pedro Paulo Zahluth Bastos – Professor Associado Instituto de Economia – UNICAMP

Pedro Perfeito da Silva – Economista

Pedro Rossi – Professor e pesquisador do CECON IE/Unicamp

Quirino Jose de Azevedo Rodrigues – Economista / Embrapa

Rafael Alves da Cunha – Economista

Rafael Bianchini Abreu Paiva – Economista

Ramón García Fernández – Economista

Remi Castioni – Professor da Universidade de Brasília

Renata de Miranda Menezes – Economista

Renata Silveira Correa – Economista

René Louis de Carvalho – Instituto de Economia da UFRJ

Ricardo Brinco – Economista

Ricardo Dathein – Economista

Ricardo Lobato Torres – Economista

Ricardo Luiz de Miranda Valle – Economista

Ricardo Sousa – Professor da UFF

Ricardo Summa – Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Róber Iturriet Avila – Professor da Universidade do Vale do Rio do Sinos

Robert Márcio Pereira – Economista

Roberto Bocaccio Piscitelli – Professor da Universidade de Brasília

Roberto Pereira da Rocha – Economista

Rodolfo Buscarini – IE/UNICAMP

Rodolfo Viana – Economista

Rodrigo Alves Teixeira – Professor da PUC-SP

Ronaldo Herrlein Jr. – Professor adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Róridan Penido Duarte – Economista

Rubens R Sawaya – Professor da PUCSP

Sebastião Ferreira da Cunha – professor Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Sérgio de Pinho Dória – Economista

Sergio Marcio Fernandes de Souza Telles – Analista de Projetos – FINEP

Sérgio R. Kapron – Economista

Silvio A. F. Cario – Professor de Economia da Universidade Federal de S. Catarina

Simone Pereira dos Santos – UFBA

Sérgio Alves Torquato – Economista

Sinival Osorio Pitaguari – Professor de Economia na Universidade Estadual de Londrina

Soraia Aparecida Cardozo – Professora Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia

Suely Muniz – Economista Instituto de Pesquisas Tecnológicas SP (aposentada)

Talita Alves de Messias – Economista

Tania Tavares – Técnica da Fundação do Desenvolvimento Administrativo

Teodulo Augusto Campelo de Vasconcelos – Professor do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia/MG

Thiago Cavalcanti do Nascimento – UEPB.

Thiago Fontelas Rosado Gambi – Professor da Universidade Federal de Alfenas

Thomas de Toledo – Professor de Economia Internacional UNIP

Tulio Chiarini – Economista

Ulisses Pereira dos Santos – Economista

Vanessa Petrelli Corrēa – Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia

Vando Gilvan Batista Santana – Sefaz (BA)

Victor Augusto Ferraz Young – Economista

Vinicius Gaspar Garcia – Professor na Facamp

Virgilio Roma de Oliveira Filho – Professor associado da UFRRJ

Wagner Pinheiro de Oliveira – Economista

Wagner Wiliam da Silva – Economista

Waldir Quadros – Economista

Wilson R Correa – Economista

 A lista acima foi constituída de forma espontânea a partir das informações cedidas pelos e-mails enviados para o manifesto, no endereço economistascomdilma@gmail.com

 

Clique para contribuir!

79 respostas to ““Democracia e desenvolvimento para todos”
Em defesa do futuro do Brasil”

  1. Capobianco disse:

    A lista “high profile” do sujeitinho lá em cima (Daniel) mostra pelo menos uns seis FHC boys, privatas que se enriqueceram com a tramóia das privatizações e usaram as off shores das Ilhas Virgens e hoje vivem no fausto, mas esperando o Aécio voltar para voltar a operar. Não vai dar, a Dilma acaba de abrir 8 pontos.

  2. Magda Sifuentes de Jesus disse:

    Manifesto meu apoio à reeleição da Presidenta Dilma Rousseff, para que o Brasil continue avançando nas políticas sociais, com democracia e desenvolvimento econômico e social para todos!
    Sou economista pela PUC-GO e mestranda na Universidade de Brasília.

    Meu objetivo, como economista, é ampliar meus conhecimentos para melhor argumentar e dialogar com os movimentos sociais sobre política econômica e as diversas políticas públicas adotadas por este Governo.

  3. Daniel Vazquez disse:

    Daniel Vazquez – Professor Unifesp
    com Dilma 13

  4. João Carlos Loebens disse:

    Apoio o Manifesto, para que não haja retrocesso.

    Doutorando em Economia pela Universidade de Alcalá – Espanha.

    • Mateus disse:

      Você que tens Doutorado na Europa onde os BC’s são independentes e assim tem mais liberdade de agir sem ser controlado pelo poder executivo, certamente concorda que países com BC ligado ao governo são um atraso para a economia, visto que TODAS as maiores economias do mundo utilizam deste sistema independente

  5. Luciana Dória disse:

    Apoio o manifesto por acreditar que estamos no caminho certo,do fortalecimento da economia do país sem abrir mão do desenvolvimento social.

  6. Wesley Gonçalves Duarte disse:

    Economista pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia; atual professor do curso de Técnicas de Vendas com noções em Inglês pelo Instituto Oficina da Cidadania e Operador de Call Center, atuando com a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Departamento de Polícia Técnica pelo Centro integrado de comunicações (CICOM), Vitória da Conquista.

  7. Fabiano Geremia disse:

    Economista e Professor de economia Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

  8. Luiz Ablas disse:

    Professor Titular da FEA USP. Para que não haja retrocesso…

  9. Renata disse:

    Quando sai a lista de apoio atualizada?

  10. Paulo Alves de Lima Filho disse:

    Com Dilma para continuarmos a caminhada até a transformação social capaz de emancipar os trabalhadores e consequentemente a nação.Os pitucos estão sedentos de poder, contando os dias para liquidar a fatura restante do octanato fernandista,

  11. Vladimir Fernandes Maciel disse:

    Vladimir Fernandes Maciel, professor de economia do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da Universidade Presbiteriana Mackenzie, coordenador do Núcleo de Pesquisa em Qualidade de Vida – em favor da continuidade das políticas redistributivas e de inclusão social.

  12. Antonio Carlos F. Galvão Antonio Carlos Filgueira Galvão disse:

    Pela intransigente continuidade da redução das desigualdades regionais e sociais

  13. daniel disse:

    Crise generalizada?

    Leiam isso Campineiros: http://www.folhapolitica.org/2014/10/em-manifesto-economistas-dizem-que.html

    164 Economistas de departamentos muito mais prestigiados que a UNICAMP assinaram!

    • Jonas Moreira disse:

      Esses Daniéis não tem cura.
      Primeiro erro ou preconceito: vários professores da Unicamp assinaram esse manifesto de apoio (oculto) ao Aécio.
      Segundo erro ou preconceito: o manifesto comete vários erros, um deles é justamente este citado, de que desde 2008 não estivemos frente à maior crise desde os anos 30.
      Parece piada, mas esta oposição é isso mesmo. PIADA!

  14. Marcelo de Carvalho disse:

    EPPEN-UNIFESP

  15. Gustavo de Freitas Barbosa disse:

    o PSDB FICOU 20 anos no poder em São Paulo e deixou faltar água no Estado, não fizeram investimentos no setor hídrico. No estado mais rico do Brasil não tem água, resultado da ineficiência e incompetência dos governos tucanos.
    A DILMA vai propor uma medida urgente para resolver a escassez da água em São Paulo assim como fez no Nordeste.

  16. Quirino Rodrigues disse:

    Economista, empregado da Embrapa.
    Para não ser repetitivo quanto às enormes transformações promovidas pelos Governos Lula e Dilma – em todos os campos mais muito especialmente na ótica de governar : Governo com olhos voltados para os brasileiros eternamente esquecidos – falo como empregado de uma Empresa cuja importância para o Brasil, dispensa comentários. É patrimônio nacional. Os Governos do PT transformaram a Embrapa em uma Empresa de Estado. A evolução orçamentária, ou melhor, a revolução orçamentária promovida durante esses governos permitiram que a Empresa se reestruturasse, recuperasse os seus laboratórios e campos experimentais, mantivesse os seus cientistas e colaborasse para a construção da riqueza nacional no campo da agricultura. O governo Lula instituiu o PAC EMBRAPA. Não preciso mencionar como estávamos antes.

  17. Fernando Ribeiro disse:

    PUC-SP

  18. José Geraldo França Diniz disse:

    Economista com #Dilma 13 até o fim.

  19. MARIA DO SOCORRO GONDIM TEIXEIRA disse:

    Professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte -UFRN

  20. Luciana Portilho disse:

    Luciana Portilho da Silva – economista FUNDAP

  21. Adriano Biava disse:

    Apoio integralmente.
    Inclusão da política externa reforçaria a decisão.

    Adriano Biava
    FEA/USP

  22. Everton Sotto Tibiriçá Rosa Everton S. T. Rosa disse:

    Professor da Universidade Federal de Goiás – UFG

  23. Fernanda Colombera disse:

    Fernanda Colombera; economista Unesp-Unicamp – iniciativa privada

  24. Gustavo de Freitas Barbosa disse:

    Gustavo de Freitas Barbosa, economista no COnselho Federal de Engenharia e Agronomia.

    Dilma é a melhor opção para o povo brasileiro. Estamos passando por uma longa crise mundial sem demitir e sem cortar salários. Os direitos dos trabalhadores estão garantidos. Dilma colocou mais de 40 milhões de trabalhadores no mercado de consumo, acelerando a Economia. Enquanto a Dilma cria e aumenta o aécio corta e diminui.

  25. Inês Patrício disse:

    Professora (UFF)

  26. Luzia Machado Ribeiro de Noronha disse:

    Não podemos voltar ao capricho das elites egoístas e improdutivas! Dilma presidenta!

  27. William E. Nunes Pereira disse:

    Professor do Departamento de economia e coordenador da pós-graduação em Economia da UFRN.

  28. Sinclair Mallet Guy Guerra disse:

    Gostaria dever meu nome entre os apoiadores de Dilma.
    Sou prof. da UFABC

  29. Clarice Assalim disse:

    Professora do Centro Universitário Fundação Santo André /SP

  30. Ivan Cotrim disse:

    Finalmente uma iniciativa progressista!

  31. Miguel disse:

    Já mandei e-mail, por favor confirmem recebimento.
    Att
    Miguel

  32. Valdir Trighetas disse:

    Por uma Nação mais inclusiva, um país para todos. Dilma Presidenta!

  33. wilson cano disse:

    Não faz muito tempo, eles ainda eram envergonhados; não se mostravam. Agora, são sem vergonhas em tempo integral!

  34. Raimundo Inacio da Silva Filho disse:

    Economista e professor da UERN.

  35. Mario Ramos disse:

    Excelente manifesto. Constitui iniciativa admirável, muito adequada ao momento político atual. A reeleição de Dilma é o caminho para se evitar o retrocesso representado pelo PSDB e para perseverar na construção de um futuro mais digno, mais humano, e mais justo para o Brasil. Promoção do desenvolvimento com redução das desigualdades é Dilma, 13. Mario Ramos. Economista.

  36. Gloria Maria Moraes da Costa disse:

    Universidade Mackenzie – Rio – Dilma 13. Não ao retrocesso. A sociedade brasileira precisa avançar.

  37. Flavia Dantas disse:

    Professora de Economia, State University of New York.

  38. José Antonio Lutterbach Soares (CORECON-RJ) (IBGE) disse:

    Complementando mensagem anterior. Obrigado.

  39. José Antonio Lutterbach Soares disse:

    Tudo pelo Brasil e seu Povo.

  40. Celia Maria Farias Vieira disse:

    Celia Vieira – Consultora Técnico-Legislativa – Economista – Câmara Legislativa do DF

  41. Guidborgongne Carneiro Nunes da Silva disse:

    Dilma13

  42. Isabel Baldoni disse:

    Voltar atrás é perder tudo que conquistamos!

    O povo unido jamais será vencido. Vamos em frente com Dilma Rousseff

  43. Antonio Ilario disse:

    A prioridade deve permanecer sem perder de vista a melhoria que se faz necessária.

  44. Remi Castioni disse:

    Professor-pesquisador da Universidade de Brasilia – UnB
    Pesquisador da área de educação e mercado de trabalho

  45. Fernando Sarti Fernando Sarti disse:

    Professor e Diretor do Instituto de Economia da UNICAMP
    Pesquisador do Núcleo de Economia Industrial e da Tecnologia (NEIT)

  46. Maria Fernanda Cardoso de Melo disse:

    Professora da FACAMP

  47. daniel disse:

    Tem alguém que não seija de departamentos medíocres apoiando Dilma?
    Cade FGV, PUC, professores das top americanas?

    Lista dos Economistas que apoiam Aécio:

    Rogério Werneck (PUC-Rio)
    Márcio Garcia (PUC-Rio)
    Marco Bonomo (INSPER)
    Edmar Bacha (Casa das Garças)
    Gustavo Franco (PUC-Rio)
    Arminio Fraga (Gávea Investimentos e PUC-Rio)
    Eduardo Loyo (BTG Pactual)
    Afonso Bevilaqua (PUC-Rio)
    Claudio Haddad (INSPER)
    Carlos Langoni (EPGE-FGV)
    Paulo Rabello de Castro (RB & Associados)
    Luiz Aranha Correa do Lago (PUC-Rio)
    José Marcio Camargo (PUC-Rio)
    José Scheinkman(Universidade de Princeton e Universidade de Columbia)
    Aloisio Araújo (EPGE-FGV)
    Marcelo Abreu (PUC-Rio)
    Benny Parnes (PUC-Rio)
    Pedro Malan (PUC-Rio)
    Filipe Campante (Universidade de Harvard)
    André Lara Resende
    Mário Mesquita (Brasil Plural)
    Joaquim Levy (EPGE-FGV)
    Henrique Meirelles
    Monica de Bolle (Casa das Garças)
    Ilan Goldfajn (Itau BBA)
    Marcos Lisboa (INSPER)

    Só gente high profile formada nos melhores departamentos de economia do mundo, alunos de prêmios nobel e altos membros da administração publica!

    Já era pra vocês campineiros!

    • Antônio Loyola filho disse:

      De fato, só o uso do anglicismo (high profile! ME POUPE) já nos dá idéia do que vai na sua cabecinha entreguista…
      Por que será que não esperava algo diferente!
      Já foi para praia hoje depois de especular na bolsa, rentista?

      • daniel disse:

        Aproveitem os próximos 2 meses campineiros!

        Depois disso teremos economistas de verdade atuando na administração publica. Chega de sociólogo na fazenda(Mantega), chega de indicações politicas, chega de Mercadante, o “economista” mais medíocre da história do Brasil.

        Unicamp é uma vergonha para a profissão, acham que economia e sociologia são a mesma coisa! Sociologia é a pseudociência mais inútil que existe!

        Vamos ter um Brasil novo, amigo das empresas privadas.

        Viva a ciência econômica de verdade! Viva a tecnocracia!

        OBS: Ganhei muito dinheiro com a Petrobrás nos últimos meses. Vou comprar 100.000 opções de compra, com vencimento logo após a eleição. Quando Aécio ganhar vai ser Petrobrás subindo 2000 base points!

        • Antonio José Alves Jr. Antonio José disse:

          Deixa de ser provocador!

        • Mario Ramos disse:

          Ganhar dinheiro sem fazer força, através da especulação financeira, é o que querem os apoiadores do retrocesso que seria a volta do PSDB. Quem sabe o valor que tem ganhar a vida com trabalho sério e com dignidade não quer a volta de um modelo econômico que fez a taxa básica de juros superar os 45% aa; que permitiu o câmbio do dólar ultrapassar os $ 4 reais; que gerou um descontrole da inflação que fechou o ano de 2001 em 12%; que convivia com um desemprego duas vezes maior que a atual. Chega de especuladores mal intencionados, o Brasil precisa é de estadistas.

        • Jorge Márcio Beraldo disse:

          Mas você faz questão de deixar bem claro que é muito alienado. Economistas como não são necessários porque o EXCEL cumpre melhor esse papel, pois não corre risco de erro nos cálculos. O sujeito que tem coragem de dizer o que foi dito por você da ciências sociais pode ser adestrado como um cão.

          • Gilberto disse:

            Daniel, esse é o modelo econômico que você defende? Comprar ações, esperar o preço subir e vender… produção=zero, geração de emprego=zero, especulação=1000 ou 2000 como disse! Você está ”certo”… tem que votar no Aecio mesmo… esse é o caminho que ele indica… Já pensou se todos os empresários fizessem isso? Fechassem seus negócios para especular na bolsa? Você estaria na fila do BOLSA FAMILIA que ele vai AMPLIAR…

    • Flavio disse:

      Sabe o que é mais engraçado? Eu também sou formado em Economia pela UNICAMP e, veja só, apoio Aécio Neves ou qualquer um que se distancie minimamente das maluquices heterodoxas que a turma de Campinas defende.

    • Inês Ferreira disse:

      Puxa, democracia – se um dia existiu – acabou, porque os apoiadores do outro candidato simplesmente não elaboram sua lista e publicam no seu espaço. Tá difícil.

  48. Lérida Povoleri disse:

    Voltar atrás nem para ganhar impulso! Dilma é nossa opção!

  49. Antônio J. C. Antunes disse:

    Os economistas que entendem da realidade com toda sua complexidade e amarram o desenvolvimento de um País a políticas de inclusão social não podem deixar de apoiar a Dilma. Torço muitíssimo para que a Dilma ganhe a eleição para continuarmos no caminho certo.

  50. Adayr da Silva Ilha disse:

    Professor de Economia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

    É importantíssimo que se dê continuidade as políticas sociais que têm feito o Brasil um país mais justo e menos desigual!!!

  51. gerson gomes disse:

    Total apoio. Não ao retrocesso. Não à demagogia.
    Gerson Gomes, economista

  52. Hudson Pacifico da Silva disse:

    Professor FCA – UNICAMP

  53. Denis Maracci Gimenez Denis Maracci Gimenez disse:

    Professor do Instituto de Economia da UNICAMP

  54. Jenner Menezes Corecon RJ disse:

    Meu total apoio, desenvolvimento é arroz com feijão na barriga do povo.

  55. Flavio Tavares de Lyra disse:

    É hora de luta! É preciso o máximo de mobilização para evitar que voltem ao poder os adeptos de FHC e de seu sucessor AéCio Neves, que querem voltar ao poder para concluir a obra devastadora realizada pelo governo do PSDB na década de 90. O povo brasileira precisa dizer não a essas criaturas sinistras que pretendem transformar o país num grande supermercado e privatizar todos espaços da vida pública.

  56. Marcelo Arend Marcelo Arend disse:

    Professor – Universidade Federal de Santa Catarina

  57. Mario Sergio Salerno disse:

    Ocimar Alavazzi, da Faculdade de Educação da USP, organizou lista de apoio entre docentes USP.

  58. Frederico Mazzucchelli disse:

    Professor Livre Docente
    UNICAMP

  59. Mayra Juruá disse:

    Mayra Juruá – economista e especialista em ciência, tecnologia e inovação

  60. Graziela Ares disse:

    Iniciativa privada – industria

  61. Eduardo Fagnani disse:

    Professor IE – Unicamp

Comentários