Estudo do Dieese mostra que trabalhadores terceirizados ganham em média 24,7% a menos que os funcionários do quadro próprio das empresas, trabalham 7,5% de horas a mais por semana e têm o dobro da rotatividade.
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

 
No Senado

Dieese apresenta dados sobre a terceirização no Brasil

Disponibilizamos aos leitores do Brasil Debate a apresentação de Lílian Arruda Marques, do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE, realizada durante a primeira audiência no Senado, na discussão do Projeto de Lei 4330/2004, referente à terceirização.

A apresentação, que utiliza bases de dados e estudos do DIEESE, discute diversas questões sobre a terceirização no Brasil, com informações sobre salários, rotatividade, jornada, acidentes, incidência de trabalho escravo e convenções coletivas e outros efeitos deletérios da terceirização para os trabalhadores.

Veja, por exemplo, dados de 2013, numa comparação entre a situação dos trabalhadores em setores contratantes e setores terceirizados:

terceirização_dieese1

Para ter acesso à apresentação na íntegra clique: Apresentação Terceirização Senado abril 2015

Clique para contribuir!

2 respostas to “Dieese apresenta dados sobre a terceirização no Brasil”

  1. […] questão pode se agravar ainda mais com a aprovação da terceirização irrestrita no […]

Comentários