Brasil Debate

Brasil Debate

 
Informalidade em queda

Crescimento do emprego formal reverte tendências negativas

A economia brasileira é historicamente caracterizada por altos níveis de informalidade, como discutido no Brasil Debate  aqui  e aqui . No entanto, nos últimos anos, tem havido um movimento de diminuição do setor informal da economia, com um reflexo importante no mercado de trabalho. O gráfico abaixo mostra o avanço da formalidade no mercado de trabalho brasileiro.

grafico evoluçao do emprego formal

A quantidade de empregados com vínculo formal de emprego no País, que se manteve praticamente estável na segunda metade da década de 1990, com a adoção de políticas liberalizantes, tem aumentado de maneira expressiva nos últimos 10 anos.

Clique para contribuir!

Estima-se que nesse ano de 2014 chegaremos a 50 milhões de vínculos formais ativos no país, quase metade da População Economicamente Ativa (PEA) no País, estimada em 95.292.505 no ano de 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para os trabalhadores brasileiros, isso significa um grande avanço, pois o vínculo formal representa a proteção social e a garantia de direitos, não assegurados no caso das relações informais de trabalho.A Organização Internacional do Trabalho (OIT), inclusive, reconhece os avanços do Brasil nessa matéria e aponta que o Brasil, como discutido em outro artigo aqui no Brasil Debate, em movimento contrário a muitos países (inclusive os ditos desenvolvidos), está expandindo suas redes de proteção social, o que é extremamente positivo.

Para a sociedade brasileira como um todo, isso representa maior arrecadação de impostos, mais justiça social e mais demanda, o que aquece a economia. No entanto, a adoção de políticas recessivas que impactem o crescimento dos empregos alteraria essa dinâmica benéfica que tem modificado características estruturais do mercado de trabalho brasileiro.

Clique para contribuir!
Share

2 respostas to “Crescimento do emprego formal reverte tendências negativas”

  1. […] já discutimos anteriormente em Brasil dá um salto na formalização do trabalho e Crescimento do emprego formal reverte tendências negativas , também ao contrário da década de 1990, nos anos 2000 houve expressiva criação de empregos […]

  2. […] Crescimento do emprego formal reverte tendências negativas […]

Comentários