Dados do BP Statistical Review of World Energy mostram o crescimento da participação da América do Sul e Central nas reservas de petróleo mundiais, com especial destaque para o crescimento das reservas provadas da Venezuela, Brasil e Equador.
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

 
Bilhões de barris

Crescimento das reservas provadas de petróleo na América do Sul


05/11/2015

Conteúdo do projeto do Brasil Debate e SindipetroNF Diálogo Petroleiro

Dados do BP Statistical Review of World Energy de junho de 2015 dão um panorama das reservas de petróleo no mundo, com dados específicos para o Brasil.

Vemos na tabela abaixo que o total de reservas provadas no Brasil saltou de 5,4 bilhões de barris ao fim de 1994 para 16,2 bilhões de barris ao fim de 2014, passando a representar 1% das reservas provadas mundiais.

quadro-reservas1ok

quadro-reservas2

quadro-reservas3

Os dados do relatório também mostram que houve um salto da participação da América do Sul e Central de 1994 a 2014 (de 7,3% do total das reservas provadas mundiais para 19,4%), como se pode ver nos gráficos abaixo, ao mesmo tempo em que as reservas provadas mundiais cresceram de 1,1 trilhão de barris para 1,7 trilhão de barris. A América do Sul e Central é a que mais ganha espaço no período analisado.

Percebe-se que apesar da perda relativa do Oriente Médio em termos percentuais (de 59,4% do total em 1994 para 47,7% do total em 2014), a região ainda possui aproximadamente 50% das reservas provadas de petróleo do mundo.

grafico distribuicao reservas

Os dados mostram, portanto, o crescimento da participação da América do Sul e Central nas reservas de petróleo mundiais, com especial destaque para o crescimento das reservas provadas da Venezuela, Brasil e Equador.

 

Clique para contribuir!

Comentários