Segundo estudo do CreditSuisse, enquanto metade das pessoas mais pobres do mundo possui 1% da riqueza mundial, os 10% mais ricos possuem 87,7% dos ativos mundiais e o 1% mais rico mais da metade da riqueza global.
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

 
Relatório do CreditSuisse

Concentração da riqueza mundial aumenta pós 2008

O Global WealthReport, do Banco CreditSuisse, traz interessantes dados sobre a riqueza no mundo e conclui que a concentração de renda aumentou após a crise mundial de 2008.

A pirâmide abaixo, dividida por faixas de renda, mostra, por exemplo, que 0,7% da população mundial (ou 34 milhões de pessoas) tem riquezas acima de USD 1 milhão e possui 45,2% da riqueza mundial.

Na base da pirâmide, encontram-se 71% da população mundial (ou aproximadamente 3,4 bilhões de pessoas) que, por sua vez, possuem 3% da riqueza mundial.

O relatório define riqueza como o valor de ativos financeiros mais os ativos reais dos domicílios, menos suas dívidas.

priamide da riqueza global

Para discutir a concentração de riqueza em nível global, o estudo ainda mostra a concentração da mesma quanto aos 50% mais pobres, 10% mais ricos e 1% mais ricos: o estudo mostra que um adulto com riqueza de USD 3.210 (já subtraídas suas dívidas) está entre os 50% mais ricos do mundo; com mais de USD 68.800, está entre os 10% mais ricos do mundo; com mais de USD 759.900 está entre os 1% mais ricos do mundo.

Ainda segundo o estudo, enquanto metade das pessoas mais pobres do mundo possui 1% da riqueza mundial, os 10% mais ricos possuem 87,7% dos ativos mundiais e o 1% mais rico mais da metade da riqueza global.

Crédito da foto da página inicial: EBC

Clique para contribuir!

Comentários