Relacionado
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

 
Fernando Brito

Cárcere privado. O desespero dos caminhoneiros que a tevê não mostra

Vídeo mostra entrevista com caminhoneiros que se dizem reféns no Paraná, com medo de passarem nas estradas e serem agredidos ou terem seus caminhões depredados

03/03/2015

Publicado no Tijolaço em 3-3-2015

O interesse político de paralisar o país decide o que vai para a mídia.

Estradas bloqueadas, desabastecimento.

Mas não vai para mídia a monstruosidade que está levando ao desespero centenas ou milhares de trabalhadores humildes que, segundo suas próprias palavras, estão mantidos em “cárcere privado” no Paraná, com medo de passarem nas estradas e serem agredidos ou terem seus caminhões depredados.

Nenhuma investigação séria sobre quem está promovendo um “protesto” que, cada vez mais claramente, tem grupos políticos e empresariais a promovê-lo, sem pudor de usar da violência contra profissionais que não o integram.

Ninguém aponta, a não ser lateralmente, a relação de “líderes” com empresas de carga.

Enquanto isso, a violência campeia.

Pedradas, perseguições contra os caminhoneiros que resolvem seguir viagem e, como já aconteceu, morte de pessoas.

Os motoristas se desesperam e não é nada prudente desesperar alguém ao volante de um monstro de 30 toneladas.

O “republicanismo” do Governo de não empregar a força legítima – inclusive por decisão judicial – vai acabar – tomara que não! – por provocar  novas tragédias.

Porque tratar as pessoas como é descrito no vídeo não é protesto.

É selvageria.

Clique para contribuir!

Comentários