A categoria é uma das mais atingidas pela precariedade das relações de trabalho, com baixos salários, arrocho, assédio, violência, generalização dos “frilas” e “frilas-fixo” e contratos PJ.
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

Reginaldo Cruz

Reginaldo Cruz

Jornalista, mestrando em Desenvolvimento Econômico-Economia Social e do Trabalho no IE-Unicamp. Especialista em economia do trabalho e sindicalismo pelo Centro de Estudos Sindicais e Economia do Trabalho e Membro do Grupo de Trabalho sobre a Reforma Trabalhista (Cesit-IE/Unicamp)