A agenda de austeridade e rigidez fiscal perdura, a despeito da pandemia. Parece não importar quão insustentável é ter uma massa de pessoas fadadas a condições de vida deprimentes.
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

Norberto Martins

Norberto Martins

É professor do Instituto de Economia da UFRJ