Análise de um ano da reforma trabalhista

No geral, as mudanças são incompatíveis com as justificativas iniciais. O saldo de empregos gerados correspondeu a apenas 5,47% do total de admissões.