Relacionado
" />

Brasil Debate

Brasil Debate

 
Cresce o número de estudantes universitários

O acesso às universidades foi ampliado entre 2000 e 2010

Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Corbucci, 2014) analisa a evolução do acesso à educação superior entre jovens de 18 a 24 anos, no período de 2000 a 2010, e mostra que os maiores incrementos percentuais das matrículas na educação superior ocorreram nas regiões que detinham as menores taxas de frequência neste nível de ensino (Norte, Nordeste e Centro-Oeste) e apresentavam baixo índice de conclusão do ensino médio. O estudo também aponta que cresceu a participação das cidades do interior na oferta de vagas das Instituições de Ensino Superior (IES) públicas.

A expansão no ensino superior verificada nas duas últimas décadas fez o país avançar mais rapidamente que boa parte de seus vizinhos latinoamericanos. Segundo o estudo, o número de matrículas em cursos de graduação presenciais cresceu de em 2.694.245 em 2000 para 5.449.120 em 2010 em todo o país. O salto no acesso pode ser visto na comparação dos dados sobre taxas de acesso à educação superior na faixa de 18 a 24 anos, como mostra o gráfico abaixo:

Maior acesso ao ensino superior

 

Clique para contribuir!

1 resposta to “O acesso às universidades foi ampliado entre 2000 e 2010”

  1. […] familiar, na questão energética, nos direitos trabalhistas, na habitação, no saneamento, e na ampliação e democratização do acesso à  educação em todos os níveis, com destaque para a ensino […]

Comentários